Por que a tatuagem desbota? E o que fazer para evitar que isso ocorra? Sabemos que as tatuagem são feitas para permanecer eternamente em nosso corpo, porém a partir de algum tempo elas tendem a desbotar, e isso é uma grande preocupação para muitos.

Afinal, elas também envelhecem e acabam se tornando “sem graça ou, até mesmo, indesejáveis”, esteticamente falando é ótimo ter uma tatuagem com cores vivas e com brilho.

Se acontecer esse problema, uma das causas é das tintas de má qualidade, há casos que ou você faz a remoção da tatuagem sem laser, pinta novamente com tinturas melhoras ou faz outra tatuagem por cima.Por que a tatuagem desbota? E como evitar que isso ocorra?

Dentre os principais fatores que fazem uma tatuagem desbotar é sem dúvidas a exposição ao sol, os raios ultravioletas (UV) acabam desgastando as cores e as linhas da tatuagem. Desenhos feitos por tatuadores inexperientes, pois estes não atingem a profundidade necessária para que a tinta fique fixada por mais tempo na pele.

Não seguir o pós-tratamento corretamente, o tamanho do desenho também influência, o envelhecimento da pele e também o fato de que, algumas cores tendem a aparecerem mais do que outras. Contudo, vamos as soluções para manter sua tatuagem por mais tempo na pele:

• Nos meses mais quentes do ano (e ano após ano esse período aumenta na quantidade e na intensidade) use visivelmente protetor solar em suas tatuagens, aplique quantas vezes forem necessário. E evite ficar exposto diretamente ao sol.

• Crie o hábito de manter sua pele sempre hidratada, mesmo que seja uma simples camada de hidratante corporal. Pois, quanto mais você tiver cuidado com sua pele, melhor será o aspecto dela e de sua tatuagem. Cuidado com produtos que possam causar irritação e danificar sua pele, como óleos e produtos de limpeza.

• Procure um tatuador experiente e que entenda de pigmentação. Busque referência com amigos e familiares, se mesmo assim você não encontrar, dê uma olhado no portfólio virtual dos milhares de tatuadores que existem e entre em contato com o  que lhe mais chamou a atenção.

• O processo de cicatrização da tatuagem é onde devemos ter mais cuidado. Os cuidados básicos são não pegar sol, evitar água do mar, piscina e sauna, pois enquanto a pele não estiver totalmente cicatrizada a água ou umidade pode danificar o desenho. Contudo, faça de forma correta e atenciosa tudo o que irá ser indicado pelo seu tatuador.

• Normalmente, as cores mais vivas (vermelho, laranja e amarelo) tendem a desvanecer em um tempo menor, comparando-as com tons mais escuros.

• E por último e não menos importante é que um determinado momento você terá que fazer a manutenção (retoque) da tatuagem caso queira que ela ganhe um aspecto de nova.

Enfim, tatuagem desbota sim! Porém, seguindo estes cuidados citados acima você conseguirá preservar sua arte por muito mais tempo. No site remover tattoo você pode encontrar dezenas de informações de como remover sua tatuagem caso ela desbote ou perca a graça.

Fazendo sua marca: Diferentes estilos de desenho de tatuagem
O tatuador americano Damon Conklin, proprietário da Super Genius Tattoo em Seattle – Washington, e fundador da Seattle Tattoo Convention, defende a tese em que as tatuagens são mais prestigiadas na Costa Oeste.

Já Tom Yak de Nova York, Adorned, afirma que na Costa Leste os admiradores da arte gostam dos estilos mais provocativos. O mais personalizado possível, é o melhor. Perguntamos aos dois sobre os diferentes estilos de desenhos de tatuagem, confira abaixo as respostas:

#1. Tatuagens de Flores

Damon Conklin: Gosto desse estilo, desde apenas uma “rosinha” no tornozelo a um arranjo floral, já realizei muitos trabalhos desse tipo.

Tom Yak: Tatuagens florais são, e sempre serão, um grande estilo de tatuagem. Já fiz diversos trabalhos, principalmente com flores de lótus. Eu desenho imagens americanas, com margaridas e rosas, porém sempre vejo uma forma de dar um toque oriental no trabalho.

#2. Tatuagens de Rotulagem

Damon Conklin: Geralmente são nomes e citações, algumas são mais elaboradas.

#3. Tatuagens de Símbolos

Damon Conklin: Símbolos muitas vezes podem ser simples como um sinal astrológico, bíblico ou então uma imagem abstrata, mas no final o desenho terá um grande significado na vida da pessoa.

Tom Yak: Cerca de 80% a 90% dos trabalhos que eu realizo em meu estúdio são símbolos personalizados. As pessoas realmente gostam desse tipo de arte.

#4. Tatuagens de Religião

Damon Conklin: Costumo realizar trabalhos com desenhos de Cruzes, rosto de Jesus ou outro personagem da religião do cliente. Diversas pessoas me procuram para tatuar citações do texto sagrado.

#5. Tatuagens de  Crânios

Damon Conklin: Principalmente seres humanos e outras coisas relacionadas aos ossos.

#6. Tatuagens de Desenhos japoneses

Damon Conklin: A verdade é que o mundo da arte japonesa tradicional é extremamente influente no mundo da tatuagem moderna de hoje, cada estilo de tatuagem reflete, pelo menos, uma lição tirada da arte japonesa.

Tom Yak: Gosto bastante de realizar trabalhos no estilo oriental, eles me trazem muitas inspirações. Dá para mesclar diversos elementos como água, fogo, vento, símbolos de poder como o dragão e a carpa, o resultado final é surpreendente.

#7. Tatuagens de Retrato

Damon Conklin: Este estilo são mais desejados pelos “papais babões” que querem fazer o rosto de seus filhos ou por “fãs fanáticos” que desejam ter o rosto de seu ídolo tatuado. Porém, o realismo cresce a cada dia e não são apenas rostos que podem ser tatuados, todos os desenhos podem ser realistas.

#8. Tatuagens de Amor

Damon Conklin: Corações são a maioria, há também aqueles que fazer declarações de amor para o seu (a) amado (a).

#9. Tatuagens de Aves

Damon Conklin: Quando o assunto é aves, os queridinhos da galera são as fênix, águias e corujas.

Tom Yak: Voar é sempre uma metáfora para se elevar acima, sobresalir e emergir.

#10. Tatuagens de Animais selvagens

Damon Conklin: Todas as criaturas vivas, desde os tigres a aranha viúva-negra.

Tom Yak: Gosto de desenhar animais, me sinto muito a vontade. Principalmente, se for algum relacionado à cultura japonesa.

Interessante, só tem dois lados da moeda, fico pensando qual seria a respostas deles se perguntados se saberiam dizer ou teriam um guia de emoção de tatuagem sem dor, e se tivessem qual o melhor método para remover tattoo sem laser. Será que eles saberiam responder?

A Origem da Tinta: Tatuagens Através do Tempo
Os povos têm gravado tatuagens em sua pele desde o começo dos tempos.

No entanto, quais seriam as origens da tinta?  Nós conversamos com o Dr. Lars Krutak, um autor, especialista em tatuagem mundialmente famoso e antropólogo no Escritório de Repatriação do Museu Nacional de Fundo Natural para nos dar alguma idéia.

Por falar em tatuagens, no blog remover tattoo há relatos inversos, ao invés de demonstrar como faz, eles ensinam como retirar. Vale muito a pena acessar para adquirir conhecimento.

É parte de nossa humanidade natural, prazer artístico, individualidade, é um rito de passagem, mencionou certa vez um grande estudioso que viajou pelo mundo para saber tudo sobre tatuagens em várias culturas.

“Eu imediatamente percebi que ninguém estava prestando atenção nas verdadeiras tatuagens tribais. E eu me perguntava sobre todos os locais ao redor do mundo, sobre os últimos porteiros que têm toda essa informação. E esses indivíduos tatuados estavam passando, e ninguém estava documentando suas histórias”, ele lamenta.

Portanto, até que ponto a tradição da tatuagem remonta? A primeira tattoo conhecida – de um bigode – foi descoberta em uma múmia do Sul da America de 6.000 a.C.

“Resultou ser uma tatuagem decorativa, para tornar sua esposa mais interessada nele, para torná-lo mais atraente”, esclarece Krutak.

Mas a descoberta, em 1991, do “Iceman” nos Alpes, cujos restos mortais remontam a cerca de 5,300 anos, revelaram tatuagens que foram utilizados para uma função distinta.

“Oitenta e cinco por cento de sua tatuagens alinham-se com pontos de acupuntura – por conseguinte, as tatuagens foram usadas para fins médicos”, afirma Krutak. Ele parecia realmente ter uma artrite horrível … as tatuagens eram tão escuras, que pareciam ser aplicações repetitivas e algumas delas ele não poderia ter conseguido realizar sozinho”, observa Krutak.

Além de medicina e cosméticos, tatuagens são usados ​​para indicar pontos significativos em uma vida ou como marcadores simbólicos.

Os estilos populares do passado distante variam das centopeias (que Krutak diz foram usadas como um símbolo genealógico para descrever a linhagem), tipos abstratos e figuras míticas. No caso de mulheres estéreis as marcações eram feiras nas bochechas, se fossem para aumentar o fluxo de leite era nos seios.

E em comunidades específicos, tatuagens demonstraram classe social e posição, diz Krutak. Tatuagem para aristocratas na tribo Kayan de Bornéu foi permitido para mulheres fortes.

“Apenas as mulheres de Kayan poderiam controlar tatuagens requintadas na perna e no braço, e os diversos símbolos da tatuagem de Kayan poderiam somente ser usados ​​por estas mulheres principais”, ele esclarece.

As tatuagens foram empregadas também como “um tipo de vocação”, diz Krutak. “Em tribos iroquesas bem como outras equipes próximas, quando um homem tinha construído seu nome como um guerreiro, eles podiam esculpir suas tatuagens em um clube de conflito e eles deixavam perto do corpo de sua vítima. Como uma forma de zombar de seus rivais”.

E apesar de ser antigo, ainda há muito interesse em tatuagens em etnias que são tribais. “Hoje, nas tribos, pode haver nenhuma ou menos conflito, mas as pessoas permanecem interessadas em tatuagens e interessados nas tatuagens de rockstars ocidentais!” Afirma Krutak.

“Eu nunca deixo de trazer algumas revistas de tatuagem comigo e digo: Olha o que as pessoas estão fazendo na América! Eles ficam surpresos com o realismo e resultados finais”, diz Krutak.

No entanto, existem alguns sentimentos mistos agora vendo tribal tats são usados. “Vários layouts modernos são ícones hereditários e tipos de propriedade intelectual associados a particulares famílias ou tribos, e existe uma consciência poderosa que se tornaram desvalorizados, uma vez que eles”

Mas existem sentimentos mistos com relação a como as tatuagens tribal são usadas ​​hoje. “Diversos desenhos contemporâneos são ícones genealógicos e tipos de propriedade intelectual relacionados a famílias ou grupos específicos, há também um sentimento poderoso de que eles se tornaram desvalorizados, desde que foram duplicados por estranhos que são inconscientes do que esses padrões são projetados para transmitir “, explica.

Independentemente do canto mais distante do mundo que você está, tatuagens são um método para usar sua história de vida em sua própria pele e, como Krutak descreve, você precisará entender a história antes de tinta.

“Sinto que estou me associando a esses indivíduos a algo que é tão antigo quanto a humanidade. É extraordinário estar com pessoas que desenvolveram a arte. Eles não tinham revistas, nem televisão… meu objetivo é honrá-los, dar-lhes respeito e promover a consciência.”

“Muitos jovens (artistas de tatuagem) hoje em dia só estão dentro por dinheiro, eu gostaria que eles fossem capazes de oferecer mais em volta”, afirma Krutak. “Em outra geração pode ser que isto tenha desaparecido.

Fico feliz que, no meu caso, isso não tenha sito tarde demais. Em diversos locais, estamos nos estágios finais antes que esteja tudo terminado. Espero que aprender sobre e espalhar o conhecimento possa inspirar, reviver e revitalizar os costumes étnicos do planeta”, finaliza Dr. Lars Krutak.

Ter uma tatuagem em algum momento da vida pode até fazer parte de uma cultura ou filosofia, no entanto se a mentalidade mudar, o jeito é fazer a remoção da tatuagem, se der claro, Muitas vezes é preciso um analisar todas as possibilidades, se remove ou refaz.